Corinthians: fundação, história e principais títulos do Alvinegro

O nome da agremiação corintiana foi inspirado no Corinthian-Casual, time inglês que estava em excursão por terras brasileiras.

Por:

15/06/2022 19:42
Torcida do Corinthians segurando bandeirão
Torcida do Corinthians segurando bandeirão - Fonte Google

Da fundação aos títulos: relembre história e conquistas do Corinthians

Fundado em 1 de setembro de 1910, no bairro do Bom Retiro, em São Paulo, o Corinthians se tornou o ‘time do povo’, como dito por seu primeiro presidente, Miguel Battaglia, assim que tomou posse.

Passados 4 anos de sua fundação, o Alvinegro conquistou seu primeiro título. Após ótima campanha, em que a última vitória aconteceu diante do Campos Elyseos, por 4 a 0, o Timão sagrou-se campeão paulista. Desde o primeiro triunfo paulista até o último, em 2019, o Corinthians figura como principal campeão do estado.

Um dos momentos mais marcantes da história do Corinthians aconteceu entre 1982 e 1985. Com jogadores como Sócrates, Casagrande, Zé Maria, Zenon, entre outros, a Democracia Corintiana marcou época. Além do título paulista em 82, o movimento tinha como objetivo mais participações de jogadores e funcionários do clubes no Departamento de Futebol.

A principal taça em âmbito nacional aconteceu em 1990. Com Neto como destaque, os paulistas sagraram-se campeões ao derrotar o São Paulo, por 1 a 0, no Morumbi.

A partir de 2000, a equipe de Parque São Jorge vivenciou suas maiores glórias. Entre elas estão a única Libertadores de sua história, em 2012, e o título mundial contra o Chelsea, em Tóquio, no Japão.

Em 2015 e 2017, com Tite e Fábio Carille no comando, respectivamente, o Timão conquistou seus dois últimos títulos brasileiro.

Marca Rei do 
Pitaco
Aplicativo Rei do Pitaco

Com Adenor, a campanha foi histórica. Até aquele momento, era o melhor aproveitamento da história dos pontos corridos, com 71%. A marca seria superada apenas pelo Flamengo de Jorge Jesus, que alcançou os 78%.

Relembre os principais títulos do Corinthians

ESTADUAL E INTERESTADUAL

  • Campeonato Paulista: 1914, 1916, 1922, 1923, 1924, 1928, 1929, 1930, 1937, 1938, 1939, 1941, 1951, 1952, 1954, 1977, 1979, 1982, 1983, 1988, 1995, 1997, 1999, 2001, 2003, 2009, 2013, 2017, 2018, 2019;
  • Rio-São Paulo: 1950, 1953, 1954, 1966, 2002;

NACIONAIS

  • Campeonato Brasileiro: 1990, 1998, 1999, 2005, 2011, 2015 e 2017
  • Copa do Brasil 1995, 2002 e 2009
  • Campeonato Brasileiro Série B: 2008

INTERNACIONAIS

  • Mundial de Clubes FIFA: 2000 e 2012
  • Libertadores da América: 2012;
  • Recopa Sul-Americana: 2013;

Corinthians bicampeão mundial? Relembre o polêmico campeonato organizado pela FIFA em 2000

Jogadores do Corinthians comemorando

Há 22 anos, foi realizado o primeiro campeonato mundial de clubes realizado pela FIFA. Com oito clubes de diferentes continentes, o Corinthians venceu o Vasco, no Maracanã, e sagrou-se o grande campeão.

Os dois times brasileiros na disputa foram Vasco da Gama e Corinthians. Os cariocas por serem os campeões da Libertadores, em 1998, e os paulistas por serem os campeões brasileiros, também em 98.

Uma das polêmicas que envolvem o torneio começou justamente pela escolha dos participantes. Enquanto os brasileiros tiveram como válidos para a classificação seus títulos de 1998, o Manchester United, por exemplo, foi selecionado pela Champions League vencida em 99. Consequentemente, o Palmeiras, vencedor da Libertadores em 99, ficou de fora. Afinal, a FIFA definiu os participantes poucos dias antes da final entre Deportivo Cali e o Alviverde.

DISPUTA

No Grupo A, o Corinthians ficou na 1ª colocação, e foi à final por ter um saldo de gols melhor do que o Real Madrid, que ficou na 2ª posição, também com sete pontos.

No Grupo B, o Vasco se classificou com folga. A equipe carioca ficou com 9 pontos, 5 a mais que o Necaxa-MEX e o Manchester United-ENG.

Com os resultados, a grande final do primeiro mundial organizado pela FIFA ficou por conta dos brasileiros.

Em um Maracanã lotado, com 73 mil pessoas, os brasileiros não saíram do zero durante os 90 minutos. E a decisão ficou para as penalidades.

Marcelinho Carioca desperdiçou pelo lado paulista. Gilberto e Edmundo perderam para os cariocas.

Coube a Rincón, capitão colombiano do Timão, levantar o troféu.